Bem vindo: contato@ift.org.br | (91) 3202-8300

Notícias

Apadrit realiza cerimônia de lançamento do Ecoforte – Castanha

Na última segunda-feira, 28/02, a Associação dos produtores Agroextrativistas da Assembleia de Deus do Rio Ituxi (Apadrit) realizou, no escritório local do ICMBio/Lábrea (AM), a cerimônia de lançamento do projeto “Melhoria do sistema logístico para o escoamento da Castanha-do-Brasil das áreas de castanhais da Reserva Extrativista (Resex) Ituxi”, contemplado pelo edital de Seleção Pública ECOFORTE – Extrativismo da Fundação Banco do Brasil (FBB) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A condução do encontro ficou por conta de Silvério Barros Maciel, presidente da Apadrit, detentora do projeto. Na ocasião, Silvério recordou a trajetória do projeto e apontou a parceria do IFT como fundamental para aprovação e execução das atividades previstas. “É a segunda vez que vamos acessar recursos dessa mesma fonte. É motivo de alegria porque significa que estamos fazendo tudo certinho. E isso graças aos parceiros como ICMBio, IFT e outros que nos apoiam há tanto tempo”, disse.

Joedson Quintino, analista do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e gestor da Resex Ituxi, argumentou que é necessário o engajamento de todos os moradores no acompanhamento da execução do projeto, ainda que não estejam diretamente envolvidos na produção da castanha, pois isso demonstra apoio às entidades e ao trabalho. “Nós somos parceiros que lutamos ao lado deles para que alcancem a tão sonhada qualidade de vida. O projeto sendo implementado vai trazer resultados de curto, médio e longo prazo e com isso o município tende a ganhar, os moradores do território também”, destacou.

Segundo Joedson, o gerente local do Banco do Brasil, Alessandro Carvalho, esteve na cerimônia e apontou o volume de recursos, que chega à Lábrea por meio dos projetos aprovados pelo edital Ecoforte, como fundamental para desenvolver a região. De acordo com o gerente, o volume do recurso que está sendo investido em Lábrea chega em quase um milhão de reais, se somados os valores destinados ao projeto da Resex Ituxi e da Resex Médio Purus.

Participaram do evento representantes da Cooperativa Agroextrativista da Resex Ituxi (Coopagri); Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM); Secretarias Municipal de produção e de Meio Ambiente; e a Associação do Moradores da Resex Médio Purus.

Deixar comentário